Nos pênaltis, Romero vira herói e Argentina vai à final

argentina_rib (1)
Festa argentina no Itaqueirão (Foto: Marcos Ribolli)

No dia em que completaram 198 anos de independência, os torcedores argentinos foram às ruas de Buenos Aires para comemorar a classificação após 24 anos sem disputar uma final de Copa do Mundo e vão reencontrar a Alemanha em mais uma decisão de Mundial.

O time alviceleste derrotou a Holanda nos pênaltis, por 4 a 2, depois de empate sem gols no tempo normal e na prorrogação, em duelo ‘morno’ disputado nesta quarta-feira (09), na Arena Corinthians, em São Paulo. O grande nome foi Sérgio Romero, que chegou ao Mundial sendo criticado e contestado pela imprensa e torcedores. O goleiro argentino virou um gigante ao defender as cobranças de Vlaar e Sneijder e se transformou em herói.

sergioromero_argentina-get_95
Romero vira herói ao defender duas penalidades e colocar Argentina depois de 24 anos na final (Foto: Getty Images)

Com essa vitória e a classificação para final, a Argentina, bicampeã (1978 e 1986), seguem em busca do tricampeonato Mundial, título que não vem desde a Copa de 1990, na Itália, quando foram derrotados pela Alemanha, justamente a adversária na grande decisão. Já a Holanda morreu na praia novamente. Após os vice-campeonatos de 1974, 1978 e de 2010, a Laranja Mecânica vão ter que disputar o terceiro lugar contra o Brasil.

A grande final da Copa do Mundo no Brasil será entre sul-americano e europeu. Lembrando que jamais um europeu conquistou o Mundial em solo americano.  A partida entre Argentina e Alemanha será no domingo, dia 13, às 16hs no Maracanã.

Para terminar com dignidade, holandeses e brasileiros vão ter que contestar em disputar o terceiro lugar no sábado, dia 12, no Estádio Nacional de Brasília, às 17hs.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *