Com novidades, Guilherme Macuglia relacionou 20 jogadores para encarar o Estanciano-SE

IMG_9801 (1)
Técnico do América-RN relacionou 20 jogadores (Foto: Carlos Augusto/Divulgação)

Após apresentação e finalizar o treinamento, Guilherme Macuglia relacionou 20 jogadores do América-RN para encarar o Estanciano nesta terça-feira (16), na Atena das Dunas às 21h30 (horário de Natal), pela segunda rodada da Copa do Nordeste.

As novidades ficam por conta do retorno do goleiro Pantera e do meia Alex Cruz, que ganhou condição de jogo na última sexta-feira.

Por outro lado, o zagueiro Flávio Boaventura e o volante Bruno Renan estão entregues ao Departamento Médico.

O Alvirrubro está na segunda posição do Grupo B, o lado do Coruripe, com um ponto. O Estanciano é o lanterna e ainda não marcou pontos. O líder é o CRB-AL, com três pontos.

Confira os relacionados
Goleiros: Pantera e Camilo;
Laterais: Gabriel, Alex Cazumba e Alan Silva;
Zagueiros: Zé Antônio Potiguar, Gustavo e Richardson;
Volantes: Tiago Dutra, Felipe Macena, Júlio Terceiro e Gualberto;
Meias: Cascata, Mateus, Daniel e Alex Cruz;
Atacantes: Luiz Eduardo, Rômulo, Thiago Potiguar e Reis.

A comissão técnica Brasileira é demitida pela CBF

felipão 2

Luis Felipe Scolari foi demitido pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF) no fim da noite de ontem, segundo o Sportv. Foram 29 partidas em sua segunda passagem pela seleção, com 19 vitórias, seis empates e quatro derrotas — as duas últimas, vexaminosas, na Copa do Mundo, para a Alemanha (7 a 1) e a Holanda (3 a 0). Felipão assumiu o posto pouco antes da Copa das Confederações, ano passado, quando conquistou o título em final diante da Espanha (3 a 0), no Maracanã.

Com Felipão, sai toda a comissão técnica, inclusive o coordenador técnico Carlos Alberto Parreira. A CBF deve oficializar a mudança nesta segunda-feira e iniciar a procura por um novo treinador. No domingo, no Maracanã, na saída dos convidados da Fifa, o diretor jurídico da entidade, Carlos Eugênio Lopes, já dava a demissão como fatura liquidada.

Fonte: O Globo

Na prorrogação, Alemanha se consagra tetracampeã

alemanha

Alemanha se consagra o primeiro Europeu a conquistar o título no continente Americano. O time estrangeiro mais brasileiro da Copa de 2014, agora tem também o título que um dia o Brasil se orgulhou de dizer que tinha: o melhor futebol do mundo.  Neste domingo, dia 13, o Mundo é da Alemanha, após empatar no tempo normal em 0 a 0 com Argentina, os alemãs derrotaram na prorrogação os argentinos por 1 a 0, no Estádio do Maracanã, Rio de Janeiro. O gol foi marcado pelo garoto , Mario Götze que saiu do banco de reservas para fazer história.

A Alemanha, que deu uma verdadeira aula de futebol. A consagração de uma geração brilhante e de um trabalho serio de anos, pode colher às conquistas, o sucesso e o Mundo.

O título nos gramados brasileiros premia com justiça e coloca para sempre na história uma equipe que soube unir jogadores experientes como Lahm, Schweinsteiger e Klose, com mais jovens como Kroos, Hummels, Özil e Götze, sob o comando do técnico Joachim Löw. Um trabalho que começou com um aprendizado de erros do passado, passou por derrotas nas últimas três Copas e três Eurocopas, mas que, com insistência, acabou dando resultado agora.

Os alemãs conquistaram o tetracampeonato mundial, repetindo os feitos de 1954, 1974 e 1990.

A hora da verdade: Lionel Messi x Thomas Müller

11-muller-messi.w529.h352.2x

Chegou a hora da verdade. Argentina ou Alemanha? O palco já está armado para receber os protagonistas do espetáculo. O Maracanã entra mais uma vez na história do Mundial, em 50 deu Uruguai em cima da seleção Brasielira. Neste domingo, dia 13, às 16hs. Sul-americano e Europeu lutam pela taça mais cobiçada de todos os tempos.

Os maiores astros de suas seleções podem fazer história no Maracanã. O alemão, Thomas Müller está apenas na sua segunda Copa do Mundo e já fez 10 gols. Já o Argentino Lionel Messi em sua terceira participação já marcou 5 gols. Ambos não só brigam pela chuteira de ouro ou bola de ouro, mas também sonham em levantar o troféu mais cobiçado de todos os tempos.

Por enquanto, numa breve análise até agora do torneio, o germânico, dono da camisa 13, leva a melhor. Nos seis jogos que disputou,  Müller marcou 5 tentos, além de ter dado três assistência. Está apenas a um tento de James Rodriguez, da Colômbia, principal artilheiro da Copa. Já o astro argentino, Messi vem na cola: soma 4 gols e uma assistência.

Só que os dados computados pela Fifa colocam o alemão como uma supremacia. Muller é o terceiro melhor atacante da Copa, com nota 9,56. Já o craque da Alviceleste é o quinto (9,39), atrás, inclusive, do brasileiro Neymar (9,48).

Será o número 10 sul-americano ou o número 13 teutônico o próximo campeão?

Argentina e Alemanha quebram recorde e decidem a Copa pela terceira vez

ArgentinaxAlemanha

Chegou a hora de conhecermos o campeão Mundial de 2014 no Brasil. De um lado, o tricampeão, Alemanha querendo chegar ao tetracampeonato e do outro, Argentina, apenas com seu bicampeonato e podendo ser tricampeão. As duas seleções  irão decidir pela terceira vez, um recorde que entra para a história dos Mundiais. A partida será neste domingo, dia 13, no Estádio do Maracanã, às 16hs.

Alemanha e Argentina já é um clássico Mundial.  Nas duas decisões anteriores, houve uma vitória para cada lado – a Albiceleste ganhou em 1986, no México, por 3 a 2, enquanto os germânicos deram o troco quatro anos depois, em 1990, na Itália, com triunfo por 1 a 0. A ‘trilogia’ entre as duas seleções será o desfecho de uma competição marcada pela grande participação do público nos estádios durante o torneio.

Por isso, que muitos falam que essa é a Copa das Copas. Argentina não chegava numa decisão, após 24 anos e chega a sua quinta final de Mundial, enquanto que Alemanha, por sua vez, virou a maior autoriadade. Antes, os alemãs estavam empatados com o Brasil, só que agora chegaram a sua oitava final.

Em Mundiais. Argentina é freguês da Alemanha.

Confira os confrontos:

1958 – Suécia – Primeira fase – Alemanha Ocidental 3×1 Argentina
1966 – Inglaterra – Primeira fase – Alemanha Ocidental 0x0 Argentina
1986 – México – Final – Argentina 3×2 Alemanha Ocidental
1990 – Itália – Final – Alemanha Ocidental 1×0 Argentina
2006 – Alemanha – Quartas de Final – Alemanha 1×1 Argentina (4 a 2 pênaltis)
2010 – África do Sul – Quartas de Final – Alemanha 4×0 Argentina

Brasil repete a campanha de 1974 e termina a Copa com mais um fiasco

vergonha
(Foto: Divulgação)

O Brasil entrou em campo para seu último compromisso na Copa do Mundo, e foi em busca de se despedir ao menos com um pouco de dignidade, mas não teve jeito em dois jogos a equipe levou 10 gols e fez apenas um gol.

vergonha 1
(Foto; Divulgação)

A Seleção voltou a sofrer uma pane técnica, tática e emocional, além de um sistema defensivo totalmente desorganizado. Após o vexame diante da Alemanha, quando acabou sendo “massacrada” e humilhada na semifinal por 7 a 1, a seleção brasileira voltou a cometer as mesmas falhas e acabou levando dois gols em menos de 16 minutos e encerrou sua participação no torneio com mais derrota. A Holanda que não marcava gols há 240 minutos, aproveitou desatenção no sistema defensivo para marcar 3 a 0, neste sábado, dia 12, no Estádio Nacional de Brasília e ficou com o terceiro lugar. O Brasil teve que se conter com a quarta colocação. Os gols foram marcados por Van Persie, Blind e Wijnaldum fizeram a festa holandesa.

Assim, a seleção pentacampeão do Mundo, encerrou sua trajetória com 52% de aproveitamento e se igualou a campanha da equipe de 1974, na Alemanha – o pior aproveitamento de pontos do Brasil em 40 anos em Mundiais – com sete jogos, sendo três vitórias, dois empates e duas derrotas. Na oportunidade, a seleção também terminou na quarta colocação.  Só que essa seleção de 2014, o Brasil tem um novo recorde. O time marcou 11 gols e sofreu 14, se tornando a defesa mais vazada da competição e tamém ao longo de toda sua história em Mundiais.

Netherlands team pose after winning the 2014 World Cup third-place playoff against Brazil at the Brasilia national stadium in Brasilia

Por outro lado, a Holanda finalizou sua participação com o terceiro lugar, sem perder nenhuma partida no Mundial, foram sete jogos, sendo cinco vitórias e dois empates. Foi o quinto confronto entre as duas seleções. O Brasil venceu na campanha do tetracampeonato em 1994 e perdeu os confrontos de 1974, 2010 e agora em 2014. Em 1998, a seleção brasileira ganhou nos pênaltis, após empatar no tempo normal e na prorrogação.

No final da partida, o que se ouvia no estádio era muitas vaias para toda comissão técnica, que era o principal alvo e para os jogadores. Agora é reconstruir de volta o futebol que deu muitas glórias no passado. Até a copa da Rússia, em 2018, haverá muito trabalho e começando com a comissão técnica.

 

Em busca da dignidade..

Brasil-x-Holanda

È uma partida que ninguém quer disputar. Um duelo entre duas seleções frustradas por terem ficado fora da grande final, com pouco interesse esportivo, já que ninguém lembra do terceiro colocado da Copa do Mundo.

Antes da Copa do Mundo começar, todos apontavam como Brasil um do finalistas para chegar a grande decisão, mas o vexame e o massacre de 7 a 1 diante da Alemanha, foi a maior humilhação da seleção pentacampeão do mundo.

È a quarta vez, que o Brasil irá disputar o terceiro lugar, foram duas vitórias: A primeira em 1938 na França, venceu a Suécia por 4 a 2 e a segunda disputada em 1978 na Argentina, derrotou os italianos por 2 a 1, e a única derrota foi em 1974 na Alemanha para a Polônia por 1 a 0.

A partida será diante da Holanda, que mais uma vez bateu na trave e acabou sendo eliminada nas penalidades para Argentina por 4 a 2, depois de empate sem gols no tempo normal e na prorrogação. Os hoandeses, por sua vez, decidiu a terceira posição apenas na Copa da França em 1998, e perdeu para a Croácia por 2 a 1.

O confronto promete entre dois treinadores: Felipão, que deverá deiar o cargo da seleção brasileira, após o Mundial e Louis Van Gaal, que desabafou, dizendo que essa partida não deveria nem acontecer, pois o prêmio só vai para o campeão e o terceiro lugar ninguém vai se lembrar. Também vai ser um encontro de desafetos do brasileiro, que durante a competição, chamou o holandês de mal intencionado, devido a suposto favorecimento do calendário à seleção do país em casa.

Apesar disso, a seleção brasileira pode tentar usar a partida para juntar os cacos e começar o trabalho de renovação rumo à próxima Copa do Mundo, em 2018, na Rússia.

A disputa de terceiro e quarto lugar com Brasil e Holanda acontecerá durante a tarde deste sábado (12), às 17hs, no Estádio Nacional de Brasília.

A FIFA anuncia lista dos candidatos a melhores da Copa

A Copa do Mundo chega a seu fim neste domingo, dia  13, com a grande final entre Alemanha ( tetracampeão) e Argentina (tricampeão). A partida será no Estádio do Maracanã, às 16h.  Antes disso, neste sábado, dia 12, irá ser decidido o terceiro lugar, entre Brasil e Holanda, no Estádio Nacional de Brasília, às 17h.

A FIFA divulgou nesta sexta-feira, dia 10, os jogadores que estão concorrendo ao prêmio de melhores da Copa do Mundo de 2014. Os nomes foram distribuídos em três categorias: A bola de ouro ( melhor jogador do Mundial ), Luva de ouro ( melhor goleiro do torneio ) e a grande novidade é uma premiação para o melhor jovem jogador ( atletas com menos de 21 anos ).

Lembrando, que o segundo e o terceiro colocados serão premiados com as bolas de prata e bronze, respectivamente.

 Confira a lista:

Bola de Ouro:

Angel Di Maria (Argentina)
Mats Hummels (Alemanha)
Toni Kroos (Alemanha)
Philipp Lahm (Alemanha)
Javier Mascherano (Argentina)
Lionel Messi (Argentina)
Thomas Muller (Alemanha)
Neymar (Brasil)
Arjen Robben (Holanda)
James Rodriguez (Colômbia)

Luva de Ouro:

Keylor Navas (Costa Rica)
Manuel Neuer (Alemanha)
Manuel Sérgio Romero (Argentina)

Prêmio Jovem Jogador:

Memphis Depay (Holanda)
Pau Podgba (França)
Raphael Verane (França)

 

Nos pênaltis, Romero vira herói e Argentina vai à final

argentina_rib (1)
Festa argentina no Itaqueirão (Foto: Marcos Ribolli)

No dia em que completaram 198 anos de independência, os torcedores argentinos foram às ruas de Buenos Aires para comemorar a classificação após 24 anos sem disputar uma final de Copa do Mundo e vão reencontrar a Alemanha em mais uma decisão de Mundial.

O time alviceleste derrotou a Holanda nos pênaltis, por 4 a 2, depois de empate sem gols no tempo normal e na prorrogação, em duelo ‘morno’ disputado nesta quarta-feira (09), na Arena Corinthians, em São Paulo. O grande nome foi Sérgio Romero, que chegou ao Mundial sendo criticado e contestado pela imprensa e torcedores. O goleiro argentino virou um gigante ao defender as cobranças de Vlaar e Sneijder e se transformou em herói.

sergioromero_argentina-get_95
Romero vira herói ao defender duas penalidades e colocar Argentina depois de 24 anos na final (Foto: Getty Images)

Com essa vitória e a classificação para final, a Argentina, bicampeã (1978 e 1986), seguem em busca do tricampeonato Mundial, título que não vem desde a Copa de 1990, na Itália, quando foram derrotados pela Alemanha, justamente a adversária na grande decisão. Já a Holanda morreu na praia novamente. Após os vice-campeonatos de 1974, 1978 e de 2010, a Laranja Mecânica vão ter que disputar o terceiro lugar contra o Brasil.

A grande final da Copa do Mundo no Brasil será entre sul-americano e europeu. Lembrando que jamais um europeu conquistou o Mundial em solo americano.  A partida entre Argentina e Alemanha será no domingo, dia 13, às 16hs no Maracanã.

Para terminar com dignidade, holandeses e brasileiros vão ter que contestar em disputar o terceiro lugar no sábado, dia 12, no Estádio Nacional de Brasília, às 17hs.

O atacante Klose marca e faz história no Brasil

klosedest080714
Klose maior artilheiro dos Mundiais (Divulgação/FIFA)

Em meio de uma humilhação sofrida para os alemãs na tarde desta terça-feira (08), no Estádio do Mineirão, em Belo Horizonte pelo marcador de 7 a 1. A torcida brasileira, além de sair frustrado do estádio, pode ver de perto, o recorde do ex-atacante da seleção brasileira ser quebrado.

 O atacante alemão, Klose, já havia empatado em números de gols com Ronaldo, ainda na primeira fase, quando marcou o segundo gol e do empate em 2 a 2 contra a Gana. Na semifinal, o atacante voltou a balançar as redes e o pior foi diante do Brasil e na nossa Casa. Klose se isolou na artilharia do Mundiais, com 16 gols marcados e deixou para trás o “Fenômeno” com 15 gols.

Confira a seguir a lista de todos os gols de Miroslav Klose:

1º – Alemanha 8×0 Arábia Saudita – Copa do Mundo de 2002
2º – Alemanha 8×0 Arábia Saudita – Copa do Mundo de 2002
3º – Alemanha 8×0 Arábia Saudita – Copa do Mundo de 2002
4º – Alemanha 1×1 Irlanda – Copa do Mundo de 2002
5º – Alemanha 2×0 Camarões – Copa do Mundo de 2002
6º – Alemanha 4×2 Costa Rica – Copa do Mundo de 2006
7º – Alemanha 4×2 Costa Rica – Copa do Mundo de 2006
8º – Alemanha 2×0 Equador – Copa do Mundo de 2006
9º – Alemanha 2×0 Equador – Copa do Mundo de 2006
10º – Alemanha 1 (4) x (2) 1 Argentina – Copa do Mundo de 2006
11º – Alemanha 4×0 Austrália – Copa do Mundo de 2010
12º – Alemanha 4×1 Inglaterra – Copa do Mundo de 2010
13º – Alemanha 4×0 Argentina – Copa do Mundo de 2010
14º – Alemanha 4×0 Argentina – Copa do Mundo de 2010
15º – Alemanha 2×2 Gana – Copa do Mundo de 2014
16º – Alemanha x Brasil – Copa do Mundo de 2014