Após vexame, Geninho fez questão de pedir desculpas aos torcedores abecedistas

geninho-8
Geninho pede desculpas aos torcedores abecedistas após vexame em Campinas (Foto: Diego Simonetti/BlogdoMajor)

O que falar de uma classificação que estava nas mãos e acabou indo por água abaixo. O ABC tinha levado uma vantagem de quatro gols para Campinas (SP), mas não contava com uma uma noite de domingo (23) épica do Guarani-SP que conseguiu reverter e massacrou por 6 a 0, e garantiu vaga na final da Série C do Campeonato Brasileiro contra o Boa Esporte-MG. Em entrevista após o vexame,  Geninho fez questão de pedir desculpas aos torcedores abecedistas, que estavam otimistas em poder disputar mais uma final de Série C e tentar buscar o bicampeonato da competição.

“Primeiro, eu queria pedir desculpas aos torcedores, porque praticamente esse jogo daria a chance ao ABC de brigar pelo bicampeonato. Mas, infelizmente, são coisas que acontecem no futebol. Nós fizemos no domingo passado uma partida excepcional, talvez a melhor do ABC no ano, porque o Guarani não conseguiu jogar e nós fizemos quatro gols, e hoje (domingo) foi o inverso. A partir do momento que se está em um jogo desse, com o adversário buscando o resultado, e se perde um jogador (Jones Carioca foi expulso aos 31 minutos do primeiro tempo), as coisas ficam mais difíceis e nós paramos de criar e os gols foram saindo de forma natural. Isso demonstra que no futebol não existe o definitivo. No intervalo tentamos posicionar a equipe, mas com cinco minutos do segundo tempo o Guarani fez mais e desmontou a equipe. Faltou um pouco mais de maturidade”, disse Geninho à rádio Globo Natal.

O ABC foi massacrado? foi, sim! Mas nada se apaga um ano extraordinário do time potiguar: Campeão Potiguar após cinco anos ao golear seu maior rival América-RN, por 4 a 0, e conseguir o maior objetivo do clube: a volta à Série B em 2017.

Geninho falou sobre o balanço positivo do ABC que apesar de não irem para final da Série C, mas o clube conseguiu voltar à Série B. O comandante alvinegro vai se sentar com a direção para definir seu destino.

“Chegamos até aqui e não soubemos garantir o marcador lá de Natal. Fizemos uma campanha positiva na Série C. Poucos acreditavam que chegaríamos onde chegamos. O que queríamos era o acesso. E, nós conseguimos. Vou entregar o relatório a direção e depois Vou conversar com a direção. Não tenho nada definido ainda” finalizou Geninho.

ABC é massacrado para o Guarani-SP e dá adeus ao sonho do bicampeonato da Série C

Fumagalli brilha ao marcar três gols e leva o Guarani pra final da Série C (Foto: Estadão Conteúdo)
Fumagalli brilha ao marcar três gols e leva o Guarani pra final da Série C (Foto: Estadão Conteúdo)

No primeiro jogo da semifinal da Série C do Campeonato Brasileiro, o ABC foi dominante e construiu uma boa vantagem em cima do Guarani-SP de 4 a 0. Já no jogo da volta e valendo vaga na final da Série C, o time potiguar foi apático e sem equilíbrio para administrar um resultado que estava em suas mãos, e sem falar da expulsão do atacante Jones Carioca de forma irresponsável. O Guarani entrou em capo na noite deste domingo (23) determinado reverter o placar que para muitos era improvável. Mas se tratando de futebol, não existe nada de impossível. O Bugre conseguiu um milagre ao massacrar o ABC – deu adeus ao bicampeonato da competição -, por 6 a 0, no estádio Brinco de Ouro da Princesa, em Campinas, e garantiu vaga na final da Série C. Os gols foram marcados pelo zagueiro Leandro Amaro, pelo atacante Fumagalli, três vezes, pelo volante Alex Santana e pelo atacante Pipico.

Com esse resultado, o ABC deu adeus ao sonhado bicampeonato na Série C. O Alvinegro que foi campeão em 2010 em cima do Boa Esporte-MG. Agora nada se apaga ao ano de 2016 extraordinário do Alvinegro: Campeão Potiguar goleando seu maior rival América-RN, por 4 a 0, e conquistando seu maior objetivo na temporada; Voltar para Série B em 2017. O Guarani está de parabéns pela brilhante vitória e vai em busca de mais um título brasileiro para seu currículo, já foi Campeão da Série A em 1978 e da Série B em 1981. O time paulista encara o Boa Esporte-MG.

De acordo com a tabela básica divulgada pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF), as partidas decisivas devem acontecer nos dias 30 de outubro, em Campinas, e 6 de novembro, em Varginha.

Geninho fecha treino e pede cautela ao time do ABC em jogo de volta da semifinal

Geninho garante um ABC mais cauteloso para jogo da volta em Campinas (SP)(Foto: Diego SImonetti/BlogdoMajor)
Geninho garante um ABC mais cauteloso para jogo da volta em Campinas (SP) (Foto: Diego SImonetti/BlogdoMajor)

O ABC realizou nesta sexta-feira (20) seu penúltimo treinamento antes da viagem para Campinas (SP). Apesar da boa vantagem construída no jogo de ida por 4 a 0 em cima do Guarani-SP, válido pela semifinal da Série C do Campeonato  Brasileiro, o treinador Geninho resolveu fechar a atividade e impediu o acesso da imprensa e da torcida ao Frasqueirão durante a movimentação dos atletas. Em entrevista ao Blog do Major, o comandante alvinegro explicou que o motivo do fechamento foi para poder trabalhar mais tranquilo e que pode haver algumas formações diferentes para o jogo da volta no estádio Brinco de Ouro da Princesa. O jogo está marcado para domingo (23), às 20h (horário de Natal).

“O treino foi fechado para que nós pudéssemos trabalhar com mais tranquilidade, testando algumas opções. Tem algumas coisas que é bom que você mantenha em segredo. Nem sempre você consegue, mas se puder dificultar um pouco é sempre bom. O lado de lá (do Guarani) está treinando fechado a semana inteira. Eu acho que, nessa reta final de campeonato, treinar algumas jogadas ensaiadas, formações diferentes e alterações, sem que o adversário tenha uma informação sobre isso, é muito importante”, explicou Geninho.

O Mais Querido garante sua classificação para a final da Terceirona mesmo que perca por até três gols de diferença ou até mesmo por quatro gols, contanto que marque em Campinas (5 a 1, 6 a 2, etc). O Bugre tem que vencer por cinco gols para ficar com a vaga. Caso o resultado se repita de 4 a 0, mas a favor do time paulista, leva a decisão para os pênaltis. O treinador abecedista espera um ritmo muito forte do time do Guarani-SP, mas garante cautela e que essência do time, a velocidade, será mantida.

“Eles não podem perder tempo porque são 90 minutos para tentar buscar um placar que não é apenas de 1 a 0. Eu não espero um começo de jogo cadenciado. Espero um início forte, um adversário buscando o jogo, vindo para cima, tentando inibir que o ABC jogue. Tudo que for diferente de uma pressão muito forte pode até me surpreender porque é isso que eu estou esperando lá. Já o ABC não pode ter pressa de jogar, mas não pode perder aquilo que tem como essência, que é a velocidade. Quando eu digo não ter pressa, é não correr para bater um lateral, bater um tiro de meta. Se o adversário estiver bem postado, é trabalhar um pouco mais a bola. Não é preciso sair desesperado para jogar”, finalizou.

Goleiro do ABC diz está preparado para encarar o Guarani-SP e o extracampo

(Foto: Jocaff Souza/GloboEsporte.com)
(Foto: Jocaff Souza/GloboEsporte.com)

É  bem verdade que o ABC está mais tranquilo para o jogo da volta da semifinal da Série C do Campeonato Brasileiro diante do Guarani-SP, marcado para o próximo domingo (23), às 20 (horário de Natal), no estádio Brinco de Ouro da Princesa. Isso porque no primeiro jogo em Natal, o time potiguar goleou a equipe paulista por 4 a 0 e pode até perder por três gols de diferença ou até mesmo por quatro gols, contanto que marque em Campinas (5 a 1, 6 a 2, etc). O Bugre tem que vencer por cinco gols para ficar com a vaga. Caso o resultado se repita de 4 a 0, mas a favor do time paulista, leva a decisão para os pênaltis.

Em entrevista ao Blog do Major, o goleiro do ABC Edson ressaltou que a equipe está focada e preparada para encarar o Guarani e também o extracampo.

(Foto: ABC/Divulgação)
(Foto: ABC/Divulgação)

“Estamos preparado para enfrentar a equipe do Guarani e também o extracampo, onde teve episódio na partida contra o ASA, torcedores quebrando ônibus e tentando agredir jogadores, mas isso não vai tirar nosso foco estamos preparado com relação a isso. A gente sabe que construímos uma vantagem muito grande e não vamos ficar pensando nessa vantagem para não ser surpreendido de forma desagradável. Nós tem conversado bastante para mantermos o foco e desempenhar a mesma atuação que tivemos no primeiro jogo em Natal e concretizar essa vaga para grande decisão, ressaltou o goleiro Edson.

Edson vive a expectativa de conquistar o bicampeonato da Série C, já que ano passado foi campeão pelo Vila Nova-GO, e levar também o ABC a conquista do bi. O novo “paredão” alvinegro realizou sete jogos, sendo quatro vitórias e três empates. Edson só levou quatro gols.

“Agora está bem próximo poder disputar mais uma final, já que ano passado eu (Edson) consegui o título atundo pelo Vila Nova-GO e o ABC também já pode ser campeão dessa competição. Então vamos fazer de tudo para que eu e o ABC possamos ser bicampeão”, finalizou.

ABC e o atacante Nando foram punidos pelo STJD

Nando fota do jogo contra o Guarani (Foto: Fabiano de Oliveira)
Nando fota do jogo contra o Guarani (Foto: Fabiano de Oliveira)

O ABC foi a julgamento nesta quarta-feira (19) e acabou sendo punido pelo STJD  por conta da invasão de torcedores ao campo após o jogo contra o Botafogo de Ribeirão Preto, no dia 07/10. O clube potiguar terá que pagar uma multa de 1 mil e 500 reais (mil e quinhentos reais). No mesmo jogo, o atacante Nando se envolveu numa confusão após o termino do primeiro tempo e foi expulso da partida. O atleta também foi julgado e punido com dois jogos de suspensão, depois que o advogado do clube conseguiu desclassificar o artigo, cujo pena minima era de quatro jogos. O atleta ficará de fora da partida contra o Guarani-SP, em Campinas (SP), pelo jogo de volta da semifinal da Série C do Campeonato Brasileiro.

O ABC não recorre da pena de Nando, que está fora do jogo de domingo contra o Guarani em Campinas.

ABC treina e foca no jogo de volta contra o Guarani-SP

(Foto: ABC/Divulgação)
(Foto: ABC/Divulgação)

Passada a euforia da goleada no primeiro jogo da semifinal da Série C do Campeonato Brasileiro diante do Guarani, por 4 a 0, no estádio Frasqueirão, o ABC realizou um coletivo na tarde desta quarta-feira (19) e o treinador Geninho testou duas formações diferentes. A ordem é manter os pés no chão para não ter surpresas desagradáveis no segundo confronto, em Campinas (SP).

Na atividade, os atletas que atuaram em toda a partida diante do Bugre, fizeram um trabalho regenerativo. O restante do grupo foi para o gramado com o técnico Geninho para um trabalho técnico e tático. O comandante abecedista terá as voltas do volante Anderson Pedra e o atacante Nando, ambos ficaram fora do jogo passado pois tiveram que cumprir suspensão.

No coletivo, o treiandor Geninho usou duas formações diferentes. Na primeira parte usou esquema 4-5-1, com Jota;  Filipi Sousa, Léo Fortunato, Cleiton e Alex Ruan; Anderson Pedra, Márcio Passos, Felipe Guedes, Erivelton e Lúcio Flávio; Jones Carioca.

Na segunda parte mudou de esquema e usou 3-5- 2, com Jota; Gustavo Bastos, Léo Fortunato e Cleiton; Filipi Sousa, Anderson Pedra, Márcio Passos, Jardel Alex Ruan; Jardel;  Erivelton e Echeverria.

ABC e Guarani-SP voltam a se enfrentar no próximo domingo (23), no estádio Brinco de Ouro da Princesa, às 21h (horário de Brasília), em Campinas (SP). O Alvinegro pode até perder por três gols de diferença ou até mesmo por quatro, contato que marque em Campinas (5×1, 6×2..) para avançar para final da Série C. O Bugre tem que vencer por cinco gols para ficar com a vaga. Caso o resultado se repita de 4 a 0, mas a favor do time paulista, leva a decisão para os pênaltis.

Erivélton pede concentração ao ABC em jogo de volta da semifinal

(Foto: Luiz Henrique/GloboEsporte.com)
(Foto: Luiz Henrique/GloboEsporte.com)

Apesar do ABC estar a um passo da final da Série C do Campeonato Brasileiro. Isso porque no primeiro jogo da semifinal o Alvinegro goleou Guarani-SP, por 4 a 0, e pode até perder por três gols de diferença ou até mesmo por quatro, contato que marque em Campinas. Em entrevista, o meia Erivélton, destaque por ter marcado o gol do acesso para Série B de 2017 e importante no esquema tático do treinador Geninho, ressaltou que os atletas precisam manter a mesma postura que teve em casa: tranquilidade e concentração para sair do estádio Brinco de Ouro da Princesa com vaga na final da Série C.

“A gente fez um bom jogo em casa, jogando muito forte do começo ao fim. Construímos um excelente resultado, mas vamos para um segundo jogo difícil. Vamos respeitar o Guarani, que tem uma boa equipe, mas o nosso time pode chegar lá (em Campinas) e fazer uma boa apresentação, para sair mais uma vez com a vitória e com a classificação tão esperada para a final”, disse o meio campista Erivélton.

Erivelton um dos jogadores mais importante no esquema tático de Geninho (Foto: Diego Simonetti/Blogdomajor)
Erivelton um dos jogadores mais importante no esquema tático de Geninho (Foto: Diego Simonetti/Blogdomajor)

Trio carioca escalado para segunda partida da semifinal entre Guarani-SP e ABC

arbitragem-1
Rodrigo Carvalhães de Miranda apita Guarani e ABC (Foto: Divulgação)

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) confirmou nesta terça-feira (18) o trio de arbitragem para comandar o duelo entre entre Guarani-SP e ABC, válido pelo segundo jogo da semifinal da Série C do Campeonato Brasileiro. O árbitro principal será o carioca Rodrigo Carvalhaes de Miranda. Seus auxiliares também são cariocas: Silbert Faria Sisquim e Thiago Rosa de Oliveira.

ABC e Guarani-SP voltam a se enfrentar no próximo domingo (23), no estádio Brinco de Ouro da Princesa, às 21h (horário de Brasília), em Campinas (SP). O Alvinegro pode até perder por três gols de diferença para avançar para final da Série C. O Bugre tem que vencer por cinco gols para ficar com a vaga. Caso o resultado se repita de 4 a 0, mas a favor do time paulista, leva a decisão para os pênaltis.

Técnico do ABC prega foco para não ser surpreendido no jogo da volta da semifinal da Série C

Genimho quer foco total no jogo da volta em Campinas (SP).
Genimho quer foco total no jogo da volta em Campinas (SP) (Foto: Diego Simonetti/BlogdoMajor)

No primeiro jogo da semifinal da Série C do Campeonato Brasileiro, o ABC trucidou a equipe do Guarani-SP no estádio Frasqueirão, por 4 a 0, e abriu uma excelente vantagem para buscar o bicampeonato da competição. Em entrevista ao Blog do Major, o técnico abecedista, Geninho lembra que ainda não tem nada decidido e quer o time com a mesma postura que teve em casa para não ser surpreendido.

“Não é uma vitória que você pode contestar, é uma vitória a se comemorar. Eu acho que a eliminatória ainda não está definida, já vi muita coisa no futebol, então você tem que tomar cuidado. Claro que é uma boa vantagem, não vou ser falso ao ponto de não achar que nós conseguimos uma boa vantagem, mas nós temos o exemplo do ASA que tinha três, chegou lá e acabou tomando de volta. Antes de tudo precisamos de foco e atenção para o próximo jogo”, disse o técnico Geninho.

Para finalizar Geninho elogiou o foco do grupo abecedista mesmo depois de conquistar o acesso garantido para à Série B do Campeonato Brasileiro em 2017.

“Estou bastante satisfeito com a equipe, pois todos os jogadores continuam focados mesmo depois do acesso. Isso é muito bom, e só mostra o quanto estão comprometidos na busca pelo título da Série C”, finalizou.

ABC e Guarani-SP voltam a se enfrentar no próximo domingo (23), no estádio Brinco de Ouro da Princesa, às 21h (horário de Brasília), em Campinas (SP). O Alvinegro pode até perder por três gols de diferença para avançar para final da Série C. O Bugre tem que vencer por cinco gols para ficar coma  vaga. Caso o resultado se repita de 4 a 0, mas a favor do time paulista, leva jogo para os pênaltis.

Lúcio Flávio ressalta evolução do ABC durante a Série B

Golaço de Lúcio Flávio em cobrança de falta (Foto: Alexandre Lago/GloboEsporte.com)
Golaço de Lúcio Flávio em cobrança de falta (Foto: Alexandre Lago/GloboEsporte.com)

O ABC fez  uma de suas melhores apresentações da temporada. A goleada de 4 a 0 diante do Guarani-SP, equipe de melhor campanha na primeira fase da Série C do Campeonato Brasileiro, foi inesperado tanto para torcida como para os atletas que estão a um passo da grande final da Terceirona. Em entrevista ao Blog do Major, o maestro e o capitão do time Lúcio Flávio, autor de dois bonitos gols de falta, ressaltou a evolução da equipe depois de um inicio de temporada com atuações variáveis. Lúcio já marcou cinco gols com a camisa do abecedista nesta Série C.

Lúcio Flávio comemorando após golaço de falta (Foto: Diego Simonetti/BlogdoMAjor)
Lúcio Flávio comemorando após golaço de falta (Foto: Diego Simonetti/BlogdoMAjor)

“O ABC é um time diferente do início da temporada. O ABC mudou tudo do ano passado para cá, trouxe atletas que até então em 2015 não estavam nem atuando. No decorrer do percurso, o time foi ganhando corpo e tivemos um segundo turno do Estadual bom. Daí veio o inicio do Brasileiro não tão bom mas depois que embalou e a gente tira como referência aquele jogo lá em Fortaleza, onde foi que o time começou de fato a andar nesta Série C. Até conseguir o acesso, tem aquele peso, mas por isso todos os times passam. Hoje (domingo), o time fez, junto com a final do estadual e mais dois ou três jogos, a melhor partida do ano”, ressaltou Lúcio Flávio.