Brasil repete a campanha de 1974 e termina a Copa com mais um fiasco

vergonha
(Foto: Divulgação)

O Brasil entrou em campo para seu último compromisso na Copa do Mundo, e foi em busca de se despedir ao menos com um pouco de dignidade, mas não teve jeito em dois jogos a equipe levou 10 gols e fez apenas um gol.

vergonha 1
(Foto; Divulgação)

A Seleção voltou a sofrer uma pane técnica, tática e emocional, além de um sistema defensivo totalmente desorganizado. Após o vexame diante da Alemanha, quando acabou sendo “massacrada” e humilhada na semifinal por 7 a 1, a seleção brasileira voltou a cometer as mesmas falhas e acabou levando dois gols em menos de 16 minutos e encerrou sua participação no torneio com mais derrota. A Holanda que não marcava gols há 240 minutos, aproveitou desatenção no sistema defensivo para marcar 3 a 0, neste sábado, dia 12, no Estádio Nacional de Brasília e ficou com o terceiro lugar. O Brasil teve que se conter com a quarta colocação. Os gols foram marcados por Van Persie, Blind e Wijnaldum fizeram a festa holandesa.

Assim, a seleção pentacampeão do Mundo, encerrou sua trajetória com 52% de aproveitamento e se igualou a campanha da equipe de 1974, na Alemanha – o pior aproveitamento de pontos do Brasil em 40 anos em Mundiais – com sete jogos, sendo três vitórias, dois empates e duas derrotas. Na oportunidade, a seleção também terminou na quarta colocação.  Só que essa seleção de 2014, o Brasil tem um novo recorde. O time marcou 11 gols e sofreu 14, se tornando a defesa mais vazada da competição e tamém ao longo de toda sua história em Mundiais.

Netherlands team pose after winning the 2014 World Cup third-place playoff against Brazil at the Brasilia national stadium in Brasilia

Por outro lado, a Holanda finalizou sua participação com o terceiro lugar, sem perder nenhuma partida no Mundial, foram sete jogos, sendo cinco vitórias e dois empates. Foi o quinto confronto entre as duas seleções. O Brasil venceu na campanha do tetracampeonato em 1994 e perdeu os confrontos de 1974, 2010 e agora em 2014. Em 1998, a seleção brasileira ganhou nos pênaltis, após empatar no tempo normal e na prorrogação.

No final da partida, o que se ouvia no estádio era muitas vaias para toda comissão técnica, que era o principal alvo e para os jogadores. Agora é reconstruir de volta o futebol que deu muitas glórias no passado. Até a copa da Rússia, em 2018, haverá muito trabalho e começando com a comissão técnica.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *